Cerca de 1.500 militares dos três ramos das Forças Armadas deram início neste sábado, pelas 09:15, no cais do Molhe, no Porto, à cerimónia militar comemorativa do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Fechadas ao trânsito, nas avenidas da marginal do Porto – avenidas do Brasil e de Montevideu – estão 1.460 militares do Exército, Marinha e Força Aérea, e ao largo da praia do Molhe está o navio patrulha oceânico “Figueira da Foz”.

O desfile da parada, previsto para as 11:00, contará com 75 viaturas militares e haverá também um desfile aéreo, com 11 aeronaves.

Um C-130, um C-295, quatro Alfajet e quatro F-16 sobrevoarão o céu do Porto no sentido sul-norte (Porto/Matosinhos).

Segundo o porta-voz das Forças Armadas, Helder Perdigão, pela primeira vez, as comemorações militares do 10 de Junho contam com a presença de 25 cavalos, designadamente nove da Escola de Mafra e 16 do Colégio Militar.

A chegada do Presidente da República ao local está prevista para as 10:00.

Após os atos comemorativos no Porto, que acolhe novamente este ano as comemorações depois de 11 anos, Marcelo Rebelo de Sousa segue para o Brasil, deslocando-se a São Paulo e ao Rio de Janeiro.