O ministro da Administração Interna apontou este domingo um conjunto de prioridades na área da segurança e protecção civil das quais se destaca um investimento superior a 45 milhões de euros em infra-estruturas e equipamentos para os bombeiros, escreve a Lusa.

«Concluiremos quatro novos quartéis de bombeiros até ao primeiro trimestre de 2010 e, ainda este ano, estamos prontos para arrancar com obras em 47 quartéis, num investimento total de 32 milhões de euros», disse o ministro que falava no Porto nas comemorações do Dia internacional da Protecção Civil.

95 viaturas

Rui Pereira referiu que, em simultâneo, o ministério irá dotar as corporações de bombeiros «com 95 novas viaturas de combate a incêndios que representam um investimento de treze milhões de euros, a que se juntarão nove veículos para a força especial de bombeiros "Canarinhos"».

«O Comando Nacional de Operações de Socorro terá ao seu dispor um centro táctico de comando móvel que integra sete viaturas, num investimento de cerca de 1,2 milhões de euros, e a protecção civil passará a contar com um centro móvel de apoio a desalojados para receber 1500 pessoas», acrescentou o ministro.

Terceira base de meios aéreos

Rio Pereira acrescentou que os «"canarinhos" irão contar este ano com mais 40 elementos e que passará a haver uma terceira base de meios aéreos em Ponte de Sor».

«A aprovação de uma directiva operacional permanente é outra das nossas metas para este ano», referiu.

Considerou que com a entrada em vigor desta directiva, destinada a responder a todos os riscos, o Governo dará mais um passo para «a consolidação de um verdadeiro sistema de protecção civil coerentemente organizado e articulado».

«Simultaneamente, dota o pais com uma capacidade operacional efectiva ao longo de todo ao ano e nos vários patamares, nacional, distrital e municipal, para intervir em quaisquer situações de catástrofe ou calamidade», sustentou.

Dia Internacional da Protecção Civil

O Dia Internacional da Protecção Civil, sob o tema «Informação preventiva e técnicas de comunicação», foi assinalado no Porto, com um dispositivo de 1.200 efectivos da GNR, PSP, bombeiros sapadores e voluntários, Cruz Vermelha e força especial "Canarinhos".

Durante a cerimónia foram condecoradas a Direcção da Protecção Civil de Marrocos, com a medalha de Mérito de Protecção e Socorro, pelos «laços de proximidade que unem» os dois países e o comandante do Regimento de Sapadores de Bombeiros de Lisboa, coronel Joaquim Leitão.

O Dia Internacional da Protecção Civil, que anualmente se comemora a 1 de Março, foi instituído pela Organização Internacional de Protecção Civil (OIPC), que tem como principal objectivo contribuir para o desenvolvimento, no seio dos Estados, de estruturas passíveis de prestar protecção e assistência às populações e ainda salvaguardar a propriedade e o ambiente das catástrofes naturais e tecnológicas.