«As eleições decorrem como eu as desenhei. O meu serviço está feito. Se gostar muito de quem ganhar, não devo interferir para não lhe estragar a vida. Se eu não gostar de quem ganhar, devo dar o exemplo de fazer uma coisa diferente do que me fizeram. Como sabe, houve pessoas que perderam e mandaram votar noutros partidos. Eu quero dar o exemplo de, mesmo não gostando do líder, ser fiel ao partido»