"Ele pode ter sido lá muito bom ministro da Justiça, da Administração Interna, deputado europeu, presidente da Câmara de Lisboa, mas, agora que foi para secretário-geral do PS, de facto não conseguiu ser uma alternativa, não é uma alternativa consistente para liderar Governo de Portugal e estas demonstrações de ziguezague, não lhe conferem a confiança que ele anda a pedir nos cartazes".



"É um bocadinho como, apesar de ter aptidões e habilitações (...), jogar na Liga Europa ou na Champions League. Aquilo que me parece, politicamente falando, é que António Costa é muito bom a jogar na Liga Europa, mas não tem jeito para jogar na Champions League".













"Sempre que há qualquer crise, Costa vai sempre acabar em Lisboa, a coisa acaba sempre em Lisboa. Mas há mais país para além de Lisboa".


colagem