O advogado António Marques Mendes, fundador do Partido Popular Democrático (PPD) e pai de Luís Marques Mendes, morreu esta segunda-feira, aos 81 anos, no Porto.

O social-democrata morreu no Hospital de Santo António, onde se encontrava internado há cerca de uma semana devido a problemas cardíacos, disse à Lusa fonte da família.

António Marques Mendes esteve envolvido na fundação do PPD em conjunto com Francisco Sá Carneiro, Francisco Pinto Balsemão, Mota Pinto, Mota Amaral, Alberto João Jardim e António Barbosa de Melo.

O funeral realiza-se na terça-feira, pelas 16:00, na Igreja de Arões, S. Romão, em Fafe.

António Marques Mendes, licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, fez carreira como advogado.

O social-democrata ocupou os cargos de presidente da Câmara de Fafe e de deputado na Assembleia da República eleito pelo círculo de Braga nas I, III, IV, V e VI legislaturas.

António Marques Mendes foi ainda deputado europeu entre 1987 e 1994.


Presidente da República envia mensagem à família


O Presidente da República já reagiu à morte do fundador do PPD, destacando "o elevado espírito patriótico" do advogado.

"Desde os alvores do regime democrático português, António Marques Mendes distinguiu-se pelo seu apego aos valores da liberdade e da democracia e pela elevação, dignidade e sentido de dedicação à causa pública com que exerceu as funções de deputado à Assembleia da República, de autarca e de deputado ao Parlamento Europeu", lê-se numa mensagem enviada pelo chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, à família de António Marques Mendes.

"António Marques Mendes demonstrou um admirável espírito patriótico, marcando a vida pública portuguesa pela discrição, pela competência e pelo amor ao seu país", reforçou Cavaco Silva.
 

"Ficará para sempre na história do partido"


A Comissão Política Nacional do PSD já lamentou a morte de António Marques Mendes e considerou que este ficará para sempre na história deste partido, do qual foi fundador, e será lembrado como um verdadeiro social-democrata.

Numa nota enviada à comunicação social, a direção nacional dos sociais-democratas, liderada por Pedro Passos Coelho, apresenta "as mais sentidas condolências à família de António Marques Mendes", pai do antigo presidente do PSD Luís Marques Mendes.

"O nosso companheiro social-democrata António Marques Mendes ficará para sempre na história do nosso partido pelo seu contributo importante no caminho para a social-democracia."


A nota divulgada à comunicação social refere que António Marques Mendes "participou diretamente na fundação do PPD e teve um trabalho político que se destaca pelas funções que desempenhou enquanto presidente da Câmara de Fafe, deputado na Assembleia da República e deputado europeu".

"A sua falta será sentida, mas o seu nome será lembrado entre nós como o de um verdadeiro social-democrata."


Um dos "mais notáveis" do partido


O fundador do PPD Francisco Pinto Balsemão afirmou  que António Marques Mendes foi uma das figuras "mais notáveis" da história do partido e um exemplo de retidão e cordialidade.

"António Marques Mendes foi uma das figuras mais notáveis da história do PSD [antigo Partido Popular Democrático (PPD)]", considera Francisco Pinto Balsemão em nota enviada às redações, acrescentando que o advogado "foi sempre um exemplo de retidão e de cordialidade".

"Nunca esquecerei o apoio que dele recebi em horas difíceis da minha carreira política, nem da lealdade que sempre pautou as nossas relações."