O social-democrata Luís Filipe Menezes, candidato à Câmara do Porto que ficou em terceiro lugar no sufrágio que elegeu o independente Rui Moreira, renunciou ao mandato, disse hoje à Lusa fonte da autarquia.

A renúncia ao cargo foi apresentada ao presidente cessante da Assembleia Municipal do Porto, Valente de Oliveira, com a data de quarta-feira, 16 de outubro, indicou a fonte do município.

A mesma fonte indicou ter recebido outro pedido de renúncia, de Mónica Baldaque, número três da lista da coligação liderada pelo PSD nas autárquicas de 29 de setembro.

Amorim Pereira, número dois da lista de Menezes, revelou hoje à Lusa que vai tomar posse como vereador da oposição na Câmara do Porto, garantindo que sempre esteve no seu «espírito assumir as responsabilidades» para que foi eleito.

«Até fico surpreendido com a pergunta. Nunca tive nenhuma dúvida a esse respeito», afirmou.

Ricardo Almeida, que integrava o quarto lugar da lista de Menezes, disse no domingo à Lusa que também vai assumir o cargo de vereador na tomada de posse de terça-feira.

A candidatura liderada por Menezes elegeu ainda um terceiro vereador, mas até ao momento a Lusa não conseguiu confirmar se Ricardo Valente, o economista que ocupava o quinto lugar da lista, vai assumir funções.

O independente Rui Moreira foi eleito presidente da Câmara do Porto nas autárquicas de 29 de setembro 39,25 % dos votos, contra 22,68% do PS e 21,06% da coligação liderada pelo PSD, cujos candidatos eram Manuel Pizarro e Luís Filipe Menezes, respetivamente.