Os três mandatos de deputado pelo círculo de Évora continuam divididos pelo PS, PSD, agora em coligação com o CDS-PP, e a CDU, na sequência das legislativas deste domingo, num distrito que voltou a ser conquistado pelos socialistas.

O PS voltou a vencer no distrito de Évora com 37,53% dos votos (29,07 em 2011), seguido da coligação Portugal à Frente com 23,94% (PSD com 27,47% em 2011) e da CDU, que obteve 21,91%1 (22,06% em 2011).

Com os resultados das eleições legislativas de hoje, as três forças políticas elegeram os seus cabeças de lista por Évora: PS (Capoulas Santos), coligação Portugal à Frente (António Costa da Silva) e CDU (João Oliveira).

Os socialistas voltaram a ser a força política mais votada no distrito de Évora, com uma lista liderada pelo antigo ministro da Agricultura Capoulas Santos, que recuperou os quase sete mil votos perdidos nas legislativas de 2011.

A aliança PSD/CDS-PP elegeu António Costa da Silva, presidente da distrital social-democrata e vogal executivo do programa operacional regional Alentejo 2020, enquanto a CDU voltou a eleger João Oliveira, líder do grupo parlamentar comunista.