“A forma sobranceira como os emigrantes lesados pelo colapso do Banco Espírito Santo (BES) estão a ser tratados pelo Governo, Banco de Portugal e Novo Banco é apenas mais um exemplo de uma falta de consideração disseminada na nossa sociedade”, referiram os candidatos do Partido Socialista na carta.


“Há muitos milhões de portugueses e lusodescendentes espalhados pelo mundo, que contribuem de uma maneira considerável e diversa para a promoção do nosso país”, refere a carta aberta dos candidatos socialistas.