A coligação Portugal à Frente (PàF) venceu em 13 dos 14 concelhos do distrito de Vila Real com menos votos que só o PSD em 2011, enquanto o PS conseguiu conquistar apenas Santa Marta de Penaguião.

A coligação conseguiu conquistar três mandatos, elegendo Luís Ramos, Luís Pedro Pimentel e Maria Manuela Tender e o PS alcançou dois mandatos, elegendo Ascenso Simões e Francisco Rocha.

Apesar desta vitória no distrito transmontano, a coligação perdeu votos comparativamente com as últimas legislativas, tendo conseguido hoje 56.177 votos (51,03%) contra os 71.835 somados entre o PSD (61.462 votos) e o CDS-PP (10.373 votos) há quatro anos.

Nas últimas legislativas, a lista do PSD em Vila Real foi liderada pelo presidente do partido, Pedro Passos Coelho, que, este ano, optou por concorrer pelo distrito de Lisboa.

Apesar de perder em Vila Real, o PS aumentou dos 34.814 votos conseguidos em 2011, para os 36.427 alcançados hoje.

Comparativamente com 2011, o PS perdeu o concelho de Montalegre para a coligação mas, em contrapartida, conquistou o concelho de Santa Marta de Penaguião ao PSD, onde ganhou por uma diferença de 26 votos.

PSD e CDS-PP ganharam nos concelhos de Alijó, Boticas, Chaves, Mesão Frio, Mondim de Basto, Montalegre, Murça, Peso da Régua, Ribeira de Pena, Sabrosa, Vila Pouca de Aguiar, Valpaços e Vila Real.

No distrito de Vila Real, o destaque vai também para o Bloco de Esquerda que conseguiu aumentar para os 5.676 votos contra os 2.801 votos conquistados nas últimas legislativas, passando à frente da CDU que obteve 3.252 votos, menos dos que os 3.662 votos alcançados há quatro anos.

Nas 197 freguesias deste círculo eleitoral estavam inscritos 227.902 eleitores, dos quais foram votar 110.097 (48,31%).