"Com uma lista renovada de candidatos, um programa centrado na salvaguarda dos interesses da Madeira e da nossa autonomia, uma campanha de proximidade dos cidadãos, recebemos a confiança da maioria dos madeirenses e porto-santenses e vencemos estas eleições de forma concludente e incontestável", disse.

O PSD/M elegeu hoje três dos seis deputados à Assembleia da República, mas perdeu um relativamente às eleições de 2011, conquistando 37,75 por cento das intenções de voto.

O líder do PSD/M realçou que o partido ganhou em dez dos 11 concelhos e em 50 das 54 freguesias do arquipélago da Madeira, "por isso, importa dizer que esta é uma vitória abrangente e concludente".

"Na Região Autónoma da Madeira, o PSD mereceu, uma vez mais, a confiança da maioria dos eleitores, no país a coligação liderada pelo PSD foi a mais votada, sinal inequívoco de que os eleitores desejam estabilidade, confiam no trabalho de recuperação de Portugal", declarou.

Para Miguel Albuquerque, "com o Governo de coligação PSD/CDS, a Madeira tem condições de continuar a estabelecer pontes de diálogo e de compromisso para a resolução dos problemas que afetam a Região Autónoma".

"Os deputados eleitos do PSD da Madeira saberão estar à altura das suas responsabilidades e os compromissos dos deputados eleitos pelo nosso partido são com a autonomia e com a Madeira em primeiro lugar", finalizou.