O ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES), Ricardo Salgado, em prisão domiciliária no âmbito das investigações ao denominado 'Universo Espírito Santo', votou neste domingo pelas 08:10 na Escola Secundária de Cascais, acompanhado de escolta policial.

"Vamos cumprir os nossos deveres de cidadãos portugueses", disse Ricardo Salgado à chegada à escola.

Questionado pelos jornalistas, o ex-líder do BES escusou fazer mais comentários, dizendo apenas que "o voto é uma obrigação" e que continua "a acreditar que o país segue em frente".

Ricardo Salgado está em prisão domiciliária desde o passado dia 24 de julho, depois de ter sido ouvido no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), em Lisboa, no âmbito das investigações ao denominado 'Universo Espírito Santo'.