«Se tivermos alguma influência política iremos desencadear políticas de repovoamento, de fixação e apoio às pessoas do interior, começando pela justiça, educação, ensino e saúde», disse o ex-bastonário da Ordem dos Advogados, na inauguração do núcleo concelhio de Coimbra.


«É abrindo, fixando, levando pessoas para lá trabalhar e viver, que se vai dinamizar o interior», sublinhou o presidente do PDR, estrutura política criada oficialmente em outubro do ano passado e que se vai apresentar às eleições legislativas deste ano.




«Um crime deve ser julgado e punido no local onde foi praticado. Por um lado, para dissuadir a prática de futuros crimes e, por outro, para dar um sinal às pessoas de bem de que a Justiça se faz, vai atuar e reprimir práticas ilícitas», frisou.