sete funcionários judiciais portugueses







não avisou atempadamente o Governo português da decisão porque estava «atrapalhado» com outras coisas

ameaçando romper a cooperação pessoas com mais capacidade, profissionalismo e que defendam os interesses nacionais

magistrados portuguesesAssociação de JuízesMinistério Público solicitou ao Governo proteção dos visados