José Sócrates recebeu este sábado uma visita especial: a da mãe, Maria Adelaide Monteiro, que não foi vista na prisão de Évora. 

Maria Adelaide Monteiro chegou num carro conduzido por uma pessoa que a acompanhou até ao prédio onde se encontra o antigo chefe de Governo e entrou sem prestar qualquer declaração aos jornalistas. Consigo trazia uma rosa encarnada.

O seu semblante deixava transparecer que estava satisfeita com a alteração da medida de coação e, à saída, quando questionada por um jornalista se estaria mais tranquila respondeu apenas: "como estaria também a sua mãe".

Maria Adelaide Monteiro não foi vista a visitar o filho durante os meses em que o ex-primeiro-ministro esteve detido na cadeia de Évora, pelo que, tudo indica que este é o primeiro reencontro de Sócrates com a mãe depois da detenção em Novembro.

José Sócrates faz anos este domingo e é muito provável que amigos e familiares visitem o ex-primeiro-ministro para assinalar esta data.

Neste primeiro dia de prisão domiciliária de José Sócrates, uma mulher, que disse aos jornalistas ser amiga do ex-primeiro-ministro, também passou pelo prédio onde está o ex-governante. Depois de ter tocado à campainha várias vezes, acabou por ir embora pois não obteve resposta.

De resto, alguns curiosos têm passado pela rua da Alameda D. Afonso Henriques onde se localiza o edifício. Alguns deixaram mesmo insultos ao ex-chefe do Governo. 

José Sócrates encontra-se em casa da ex-mulher, Sofia Fava, um prédio situado na Alameda D. Afonso Henriques. Isto depois de a medida de coação ter sido alterada esta sexta-feira para prisão domiciliária.