Uma sondagem da Intercampus para a TVI, Público e TSF, que analisou a opinião de mais de mil portugueses sobre diversos temas da política nacional, concluiu que a maioria dos portugueses está satisfeita com a atuação da Justiça no caso que envolve o ex-primeiro-ministro José Sócrates.
 
Foi pedido à amostra da sondagem que avaliasse o desempenho da Justiça de 0 a 10, sendo 0 muito negativa e 10 muito positiva, e no final a Justiça conseguiu uma média de 5,5, ligeiramente acima do limite positivo.
 
                   

 
Já quanto à postura e ações do ex-primeiro-ministro face ao caso, a opinião pública não foi tão benevolente, e, usando a mesma escala, atribuem uma média de apenas 3,9 a Sócrates, uma nota negativa, 1,1 abaixo do necessário para uma nota positiva.
 
                 
 
José Sócrates permanece detido no estabelecimento prisional de Évora, desde novembro passado, por suspeitas de fraude fiscal, corrupção e branqueamento de capitais – foi o primeiro antigo chefe de Governo a ser detido. O ex-primeiro-ministro socialista e os seus advogados têm-se queixado, sistematicamente, da forma como o Ministério Público e a Justiça têm agido no caso.


Ficha técnica:

Sondagem realizada pela Intercampus para a TVI, Público e TSF com a intenção de conhecer a opinião dos portugueses sobre diversos temas da política nacional. O universo é a população portuguesa, com mais de 18 anos, recenseada e residente. A amostra foi constituída por 1014 entrevistas, com voto em urna, distribuídas proporcionalmente por sexo, idade, região e habitat. Os trabalhos de campo decorreram entre 26 de junho e 4 de julho, com uma taxa de resposta de 59,3%. A margem de erro da sondagem é de mais ou menos 3,1%, para um intervalo de confiança de 95%.