O secretário-geral do PS apelou aos militantes do partido que «respeitem o pedido» de José Sócrates, para que separem a política da Justiça e este possa exercer o seu direito de defesa.
 

«Eu sobre essa matéria já disse tudo e acho que devemos não só respeitar o tempo da Justiça, como respeitar também o próprio pedido que José Sócrates fez hoje para que a política se aparte do processo, de forma que a Justiça funcione e ele possa exercer o seu direito de defesa».

 
António Costa falava aos jornalistas à saída da sessão de apresentação do último livro de Mário Soares, «Cartas e intervenções políticas no exílio», no Centro Cultural de Belém.

«Creio que já disse que não vou estar a comentar este caso e acho que temos de respeitar não só o tempo da Justiça como respeitar também a própria vontade de José Sócrates», insistiu.

 
Questionado sobre as suas escolhas para os órgãos nacionais do PS, respondeu: «Está praticamente concluído».

Já a antiga eurodeputada socialista Edite Estrela afirmou que «este é um momento muito doloroso para os amigos de José Sócrates, para os socialistas e para milhares de portugueses», adiantando que irá visitar à prisão o antigo chefe do Governo.

«Como amiga de longa data, envio-lhe a minha solidariedade e reitero a minha amizade, mas não posso deixar de me rever nas palavras de António Costa: o PS tem de concentrar-se naquilo que é o seu objetivo e a sua responsabilidade para com os portugueses».


Sobre as declarações de Mário Soares, que na quarta-feira considerou que Sócrates é vítima de «uma infâmia», Edite Estrela preferiu não fazer comentários.

«Eu tenho uma enorme admiração por Mário Soares. Ele é uma figura ímpar do Portugal democrático, não gostaria de acrescentar mais ruído comunicacional, tem havido excesso de ruído e falta de informação».


Numa declaração enviada a alguns meios de comunicação social, Sócrates escreveu:
 

«Este é um caso da Justiça e é com a Justiça Democrática que será resolvido. Este processo é comigo e só comigo. Qualquer envolvimento do Partido Socialista só me prejudicaria, prejudicaria o Partido e prejudicaria a Democracia».