“Configura uma injustiça terrível para com tantos portugueses que cada vez estão pior, no desemprego, despejados de suas casas. Para essa gente que nunca contribuiu com nada vão dar casas T4, 700 euros por mês, subsídio para isto e para aquilo. E aos nossos portugueses, quem lhes dá alguma coisa? É ‘desenrasquem-se’”, criticou, em declarações à agência Lusa, em Viseu.