Os trabalhos da sessão plenária do Parlamento foram subitamente interrompidos por um incidente esta sexta-feira de manhã. O deputado do Bloco de Esquerda, Jorge Falcato, preparava-se para falar no púlpito quando caiu.

Jorge Falcato é deficiente motor e seria o primeiro a discursar num debate sobre "Políticas para a deficiência".

Jorge Falcato teve de ser assistido por funcionários e pelo líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, que o ergueram e voltaram a colocar na cadeira de rodas, tendo também coordenadora do partido, Catarina Martins, saído de imediato da bancada para junto do púlpito.

O púlpito nunca tinha sido usado por uma pessoa com deficiência em cadeira de rodas. A deslocação de Jorge Falcato da bancada para o púlpito processou-se através de duas plataformas colocadas no plenário da Assembleia da República para o efeito e estava a ser acompanhada com expetativa por parlamentares, funcionários e jornalistas.

Apesar da queda, o presidente da Assembleia da República em exercício no momento, Jorge Lacão, assinalou aquele momento como "do maior relevo para o parlamento".

"Com o exemplo da superação da barreira arquitetónica agora acabou de ter lugar possa servir de exemplo para as demais entidades públicas do nosso país e no domínio das entidades privadas, que todos possamos concorrer para o pleno exercício de direitos", afirmou.

"Bem haja senhor deputado Jorge Falcato, o seu exemplo, a sua determinação e obstinação são um exemplo para todos os deputados desta casa", declarou Jorge Lacão, sendo interrompido por aplausos da câmara.