O coordenador do BE João Semedo considerou hoje que a taxa de desemprego de 13,9% registada no segundo trimestre deste ano continua a ser «um valor alto» e atribuiu a queda registada relativamente ao trimestre anterior à sazonalidade.

«É um valor alto e é um valor que é explicado neste caso porque aos fatores que anteriormente já explicavam a queda artificial do desemprego acrescenta-se também o efeito sazonal, no verão há mais postos de trabalho, infelizmente postos de trabalho temporários e precários», afirmou o coordenador do BE, numa conferência de imprensa realizada na sede do partido, em Lisboa.

Segundo dados relevados esta manhã pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de desemprego caiu para os 13,9% no segundo trimestre deste ano, uma queda homóloga de 2,5 pontos percentuais e um recuo de 1,2 pontos face ao trimestre anterior.

Ainda de acordo com as estatísticas do emprego relativas ao segundo trimestre de 2014, neste período, a população desempregada foi de 728,9 mil pessoas, o que representa uma diminuição homóloga de 15,9% e uma queda em cadeia de 7,5%, ou seja, menos 137,9 mil pessoas e menos 59,2 mil pessoas, respetivamente.

Ainda a propósito dos números conhecidos esta manhã, João Semedo considerou essencial verificar que «a taxa de atividade relativamente à população ativa se mantém em valores muito baixos, 59%».

E, acrescentou, esse valor «é que dá a ideia mais concreta de quantos postos de trabalho não se estão a criar porque a economia não arrancou, ao contrário do que o Governo diz».