O diretor regional da Juventude e Desporto da Madeira, João Santos, demitiu-se hoje do cargo, pelo facto de o Governo Regional ter anulado o congresso do Desporto, revelou à agência Lusa fonte da secretaria regional da Educação.

O referido congresso foi apresentado na passada quarta-feira por João Santos, na companhia do secretário regional de Educação e Recursos Humanos, Jaime Freitas, sendo este um evento que iria reunir vários parceiros da área desportiva.

Acontece que, na quinta-feira, o Conselho do Governo Regional da Madeira emitiu uma nota onde anulava o congresso, «anunciando que o mesmo seria agendado para data oportuna», adiantou a mesma fonte.

O facto não caiu bem na organização, sobretudo ao diretor regional João Santos e respetiva equipa de trabalho, daí a justificação para a demissão inesperada, ocorrida esta manhã.

João Santos tinha já informado o Governo Regional que iria abandonar o cargo, devido a um pedido de reforma já autorizado, mas na quarta-feira voltou a assumir a pasta que ocupava há relativamente pouco tempo.