O presidente da Comissão de Recrutamento e Seleção da Administração Pública (CRESAP), João Bilhim, garantiu esta quarta-feira, no Parlamento, que nunca foi pressionado por membros do Governo e que «está para nascer» o primeiro governante que ousasse fazê-lo.

«Nunca ninguém me pressionou nem eu sou suscetível a pressões», afirmou João Bilhim, que está a ser ouvido esta manhã na comissão parlamentar do Orçamento, Finanças e Administração Pública, no âmbito do funcionamento da CRESAP.

Advogando que a CRESAP defende a transparência, quer no modo de funcionamento da própria Comissão, quer na seleção de candidatos para a administração pública, Bilhim garantiu que jamais foi pressionado nas funções que exerce ou que exerceu ao longo da carreira.

«Nunca, nunca, nenhum membro do Governo me pressionou nem eu aceitava. Tenho atrás de mim o meu curriculum. Ainda está para nascer o primeiro que se atrevesse», afirmou o responsável da CRESAP.