O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa, pediu esta terça-feira uma reconsideração do "enquadramento institucional" da União Europeia (UE) e propôs uma cimeira intergovernamental que reveja os tratados europeus.

Para Jerónimo de Sousa, deve haver "esforços concertados com outros Estados para a convocação de uma cimeira intergovernamental" que reveja os tratados e que tenha como objetivos, por exemplo, a "imediata revogação do Tratado Orçamental e a revogação do Tratado de Lisboa.

O líder comunista falava num hotel em Lisboa e apresentava perante dezenas de pessoas o programa eleitoral do partido para as legislativas deste ano.

Jerónimo de Sousa pediu também um "plano de emergência" e de apoio aos países intervencionados pela ‘troika', entre os quais Portugal, plano esse que "preveja recursos financeiros e as necessárias derrogações ao funcionamento do mercado único e às políticas comuns".

Os comunistas vão concorrer às legislativas deste ano com "Os Verdes" e Intervenção Democrática, juntos na Coligação Democrática Unitária (CDU).