"E outros clandestinos, como as empresas de tuk-tuk, sem cumprirem a legislação do trabalho, os requisitos e licenciamentos exigidos ao setor do táxi, para fugirem aos impostos, tudo em nome de uma suposta modernidade".




"Com o atual escandaloso processo de privatização, as concessões e subconcessões, o Governo pretende despedir o máximo de trabalhadores... limpam as empresas socialmente, criam desemprego, para depois entregá-las limpinhas, sem osso, ao grande capital. É uma nova geração de Parcerias Público-Privadas, de operações especulativas"