Jaime Ramos, líder parlamentar do PSD-Madeira, terá chamado «filho da...» a Victor Freitas, presidente do PS Madeira e deputado regional, esta quarta-feira, durante uma sessão da Assembleia Regional da Madeira, escreve o «Diário de Notícias da Madeira».

O alerta foi feito por José Manuel Coelho, deputado do Partido Trabalhista Português,junto do presidente da Assembleia Regional, Miguel Mendonça. O político ressalvou que numa troca de «bocas», Jaime Ramos tinha chamado prostituta à mãe de Victor Freitas e considerou que este comportamento não devia ser permitido.

Jaime Ramos acabou por intervir após uma acesa troca de palavras entre o PSD e o PS. Lembrou estar no Parlamento desde 1980 e nunca ter seguido uma estratégia de ofensas. Ao contrário de Victor Freitas e Carlos Pereira (deputados do PS) que, na sua opinião, «ofendem todos os dias» e prometeu «pagar na mesma moeda».

Em relação aos restantes membros da Assembleia Regional fez uma consideração: «Ficam todos ofendidos como mulheres com honra, que não são».



Por fim, o presidente da Assembleia acabou por reconhecer que do seu lugar não ouve «as bocas rasteiras», mas é «absolutamente contra, venham de onde vierem».