A comissão de Assuntos Constitucionais decidiu criar um grupo de trabalho de duração curta para tentar conciliar propostas sobre o enriquecimento ilícito, devendo a votação na especialidade decorrer dentro de duas semanas.

A proposta de criação de um grupo de trabalho foi feita pelo deputado do PS Jorge Lacão, depois de a deputada do PSD Teresa Leal Coelho ter proposto o adiamento da apresentação de propostas de alteração e uma reunião entre os diversos grupos parlamentares para uma conciliação de posições.

Teresa Leal Coelho ainda resistiu à criação do grupo de trabalho, argumentando que impediria a celeridade necessária a que o processo esteja terminado nesta legislatura, mas Lacão insistiu e o presidente da comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, Fernando Negrão, sugeriu que a estrutura tivesse uma duração limitada.

Assim, o grupo de trabalho funcionará nos próximos oito dias, para que haja uma votação na generalidade dentro de duas semanas.

A votação na próxima semana estava à partida dificultada pela audição da ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, naquela comissão.

Teresa Leal Coelho, que disse não poder prescindir de um prazo limitado de funcionamento para o grupo de trabalho, coordenará esse mesmo grupo.