Em declarações ao jornal «Público», Mário Soares diz que não acredita num «compromisso de salvação nacional» tripartido, porque o PS iria «sair prejudicado» e o «PCP beneficiado».

Nos últimos dias, vários nomes ligados ao PS têm defendido que o partido não pode chegar a acordo com esta maioria, apesar do apelo do Presidente da República, Cavaco Silva.

O histórico socialista e ex-chefe de Estado avança que algumas pessoas o procuraram para lhe dizer que saem do PS se houver acordo. É por isso, que Mário Soares não acredita que vá surgir fumo branco das negociações e afirma mesmo: «Tenho a certeza que não vai haver acordo entre o PS e a direita do Governo».

Recorde-se que o líder rosa, António José Seguro convocou a comissão política para esta quinta-feira. Ainda segundo o «Público», numa conversa com Soares e Alegre, Seguro terá garantido «que não cederia nos princípios e valores do PS».