O deputado comunista Paulo Sá protagonizou, esta quarta-feira, um momento inédito e insólito, na Comissão de Orçamento e Finanças, no Parlamento. Paulo Sá usou peças de lego para explicar à ministra das Finanças, Maria Luísa Albuquerque, que o Governo continua a aumentar a carga fiscal sobre os portugueses.
 
«O Governo inventou a fiscalidade verde e transformou aquilo que eram impostos diretos em impostos indiretos, curiosamente quase o mesmo valor, 160 milhões de euros. Aquilo que foi retirado por um lado é colocado agora sobre a forma de fiscalidade verde», argumentou, à medida que ia ilustrando a explicação retirando e acrescentando peças de lego de cores diferentes de uma construção que tinha em cima da mesa.


 
A ministra até parecia estar a apreciar a explicação e o deputado continuou: «O Governo ainda aumento os impostos especiais de consumo, representados com cores diferentes, mais os impostos sobre diversas matérias, que acrescem à carga fiscal que os portugueses têm de pagar».
 
Acrescentando peças à construção inicial, o deputado concluiu que «não há qualquer alívio em sede de IRS, o que há é um agravamento da carga fiscal».