O Governo está a gastar mais dinheiro com os membros dos gabinetes do Governo. Quando se compara o mês de julho face a abril houve um aumento de 2,7 %. Cada assessor ganha em média 2555 euros.

A informação é avançada, esta sexta-feira, pelo «Correio da Manhã» e tem por base a Síntese Estatística do Emprego Público, elaborada pela Direção-geral da Administração e do Emprego Público.

O ministério das Finanças justificou o crescimento da despesa com «a criação de novos gabinetes, em particular na presidência do conselho de ministros». Esse fato obrigou à contratação de novos assessores, adjuntos e técnicos especialistas, escreve o Correio da Manhã.

As finanças garantem ainda que não existiu qualquer aumento salarial, mas que as novas contratações refletiram-se nos dados das remunerações e gastos do mês de julho, fazendo subir a média salarial.