Ricardo Araújo Pereira vai apoiar o partido Livre, liderado por Rui Tavares, nas próximas eleições europeias.

Depois de ter recusado vários convites dos partidos de esquerda, o humorista decidiu juntar-se ao candidato. Considera que Rui Tavares é «muito sério no trabalho que faz» e que é «muito injusto se não for eleito».

A contribuição de Ricardo Araújo Pereira vai resumir-se a uma participação num tempo de antena, que será emitido na próxima terça-feira.

O comediante afirma que não é, nem tenciona ser militante e diz que até tem medo dos efeitos da sua participação, porque «quando fala muito, mete o pé na poça».