A eurodeputada Edite Estrela (PS) recebeu hoje, em Bruxelas, o prémio de melhor parlamentar europeia na área do Emprego e Assuntos Sociais, comissão que de que faz parte, no Parlamento Europeu (PE), como membro suplente.

Na cerimónia, Edite Estrela dedicou o prémio a «todas as mulheres, em particular às mulheres vítimas de violência e de discriminação», aludindo ainda às portuguesas, «que estão a sofrer muito com as atuais políticas de austeridade».

A deputada portuguesa disputou o prémio, na categoria em causa, com a também socialista polaca Lidia Oedenberg e o conservador húngaro Csaba Ory.

Os «Prémios Eurodeputados» (MEP Awards) são uma iniciativa da revista «The Parliament», em conjunto com o PE.

Edite Estrela já tinha sido galardoada, em 2010, pelo seu trabalho na promoção da igualdade de género e na proteção da maternidade e paternidade.

Em cada categoria, é criada uma lista de três finalistas, sendo o vencedor escolhido pelo voto dos seus pares no PE.

O também socialista Luís Capoulas Santos integrava os finalistas na área da Agricultura, este ano, mas não foi premiado.