O ministro da Economia, António Pires de Lima, disse esta quinta-feira, a propósito das recentes declarações de Mário Soares, que o ex-presidente da República é «uma pessoa que merece respeito», mas que «sempre foi um inconformado, nomeadamente quando não está ele próprio no poder ou alguém que lhe é próximo».

O governante afirmou em entrevista à TVI que, no seu entender, «não são particularmente úteis os apelos à radicalização política, os apelos que inclusive podem ser entendidos como apelos à violência ou, pelo menos, legitimadores de uma certa violência na sociedade».

O ministro da Economia enaltece e reitera que o Governo está a cumprir a sua função de «livrar» o país dos credores e do programa de assistência financeira, a qual considera «patriótica» e que, portanto, não tem medo do ex-governante. «Eu sou um pai de família, mas quero dizer que não tenho medo do Doutor Mário Soares. Respeito-o, mas não tenho medo, nem do discurso ligado à violência porque estamos de consciência tranquila e estamos a fazer aquilo que consideramos absolutamente fundamental para que o país possa recuperar a sua soberania», conclui o ministro.