A comentadora da TVI24, Constança Cunha e Sá, analisou esta terça-feira o desemprego, cujos os números registaram revelados hoje registaram uma melhoria, mas nada para «euforias».

Os números do desemprego são «pequenas décimas que vão alimentando a euforia do Governo», referiu a comentadora, explicando as razões por que não alinha na «euforia».

«A partir do momento em que assistimos a uma diminuição da população ativa, obviamente que o desemprego vai descendo» e «estes números têm de levar em linha de conta a emigração». Constança Cunha e Sá destaca ainda um «terceiro ponto, que são os postos de trabalho precários».

«O problema do desemprego em Portugal é uma questão estrutural porque só se resolve com crescimento», disse olhando para o «desemprego jovem e o desemprego de longa duração».

Por tudo isto, considera que «estes números são muito artificiais» e «ninguém vê a mudança estrutural na economia» que embandeira o primeiro-ministro.

Veja o comentário de Constança Cunha e Sá na íntegra, nomeadamente, como vê a atuação do Presidente da República, a crise no PS e a posição divergente de Passos e Pires de Lima sobre os impostos.