Eduardo Catroga considera que José Sócrates «devia ser julgado em tribunal» pelos «erros de gestão» que cometeu enquanto era primeiro-ministro.

«Este político está a tentar renascer das cinzas, quando devia estar definitivamente enterrado e até, se calhar, devia estar a ser julgado em tribunal pelos erros de gestão», afirmou, em entrevista à Antena 1.

Para o social-democrata, a revelação de que Sócrates convidou Passos Coelho para integrar o seu Governo é «uma tentativa de lavagem política» do ex-governante, «que levou o país à falência».

«O PSD fez mal na altura em não ter dado a Sócrates mais dois, três ou quatro meses de vida. Com o seu PEC 4, Sócrates ficava então definitivamente enterrado», acrescentou.