«Eu tinha dito, enquanto a dúvida pairava no ar, que estávamos perante uma coisa bizarra. Não foi bizarro. É uma incompetência. É duma incompetência o que se passou e vem dar-me razão naquilo que eu tenho dito sobre a estrutura eleitoral portuguesa».


O erro foi corrigido duas horas mais tarde


«Eu não sei, isso é com os partidos, eu agora estou fora, não tenho nada com isso. O que eu acho é que tudo o que se passou demonstra o basismo em que este país caiu».



«Portanto, mais uma vez se provou que esta Comissão Nacional de Eleições é uma coisa inútil e incompetente».





«Já quando foi a chachada da Justiça [programa CITIUS], também era sempre uma empresa. As empresas é que pagam a incompetência dos governos».