A JSD acusou hoje o PS de copiar ideias, devido à proposta socialista para que parte do IRS de antigos alunos do ensino superior se destinasse a financiar as instituições que frequentaram.

“A ideia do financiamento do ensino superior ser reforçado com a consignação do IRS por antigos alunos já vem sendo defendida pela JSD”, lê-se num comunicado da Juventude Social-Democrata enviado às redações.


A proposta para que parte do IRS pago por antigos alunos do ensino universitário fosse destinado ao financiamento das instituições de ensino que frequentaram está incluída no relatório “Uma década para Portugal”, apresentado no final de abril pelo PS.

A JSD considera que as propostas socialistas “têm coisas boas e originais, só é pena que as boas não sejam originais e que as originais não sejam boas”.


No documento, os jovens sociais-democratas acusam ainda o PS de desconsiderar que “esta consignação faz sobretudo sentido aos ex-alunos a quem o ensino superior beneficiou com remunerações ajustadas à sua formação”.

“Saudamos este reforço da aproximação socialista à JSD, que já se tinha verificado no tema da “Educação para a Cidadania”, e esperamos que se alargue ao combate que temos travado contra o corporativismo das Ordens Profissionais e pela liberdade de os jovens portugueses exercerem a sua profissão”, conclui a nota.