Os problemas encontrados pelos portugueses no sistema educativo luxemburguês foram um dos assuntos abordados entre os dois líderes, que concordaram na necessidade de uma melhor integração. 

Na mesma visita, Passos Coelho advertiu que Portugal não subscreverá conclusões da União Europeia sobre o «pacote energia» que ignorem a questão das interconexões. Do Luxemburgo, o chefe de Governo viaja para Bruxelas, onde decorrerá, na quinta-feira, mais um Conselho Europeu. 

O primeiro-ministro luxemburguês pronunciou-se, por sua vez, sobre o caso BES, dizendo que «cabe à justiça fazer o seu trabalho»