Duzentos dias depois de Donald Trump ter chegado à Casa Branca, os Estados Unidos finalmente nomearam embaixadores em vários países, Portugal. O senado dos Estados Unidos aprovou as nomeações do presidente Donald Trump, incluindo George Glass para embaixador em Portugal, vindo substituir Robert Sherman, que ficou conhecido pelo apoio que deu à Seleção nacional de futebol, no Euro 2016.

Os senadores validaram a nomeação de George Edward Glass como embaixador dos Estados Unidos em Portugal, um empresário do setor imobiliário que financiou campanhas eleitorais do Partido Republicano, em 2016.

Foi proprietário e sócio gerente da MGG Development LLC em Lake Oswego, Oregon, uma empresa comercial que compra e gere complexos de apartamentos e casas para alugar. 

Fundou e presidiu, igualmente, a empresa de investimento Pacific Crest Securities em Portland, Oregon, de 1990 a 2014. É administrador da Oregon Health Sciences University e já ocupou o mesmo cargo na Universidade de Oregon.

Anterior embaixador leva saudades de Portugal

Robert Sherman, o embaixador que será substituído, leva saudades de Portugal. Foi condecorado pelo Presidente da República com a Grã-Cruz da Ordem Infante D. Henrique e ficou conhecido no país pela força que deu à Seleção nacional de futebol, no Euro 2016. Fez vídeos e tudo.

Despediu-se emocionado ao fazer a mala. Numa entrevista exclusiva à TVI, em janeiro, Robert Sherman deixou um desejo: que Trump venha a ser diferente do que revelava até àquela altura.

Robert Sherman

Outras nomeações

Como embaixadora junto da Aliança Atlântica foi confirmada a ex-senadora republicana, Kay Bailey Hutchison, 73 anos, que representou o Estado do Texas durante duas décadas, até 2012.

No passado dia 20 de julho, durante uma audiência de apresentação, Hutchison disse que a “NATO não está obsoleta” e que os Estados Unidos vão respeitar os compromissos de defesa que mantém com os países membros da aliança, duas ideias que Donald Trump tinha posto em causa durante a campanha eleitoral, em 2016.

O Senado confirmou também um simpatizante do Partido Republicano para o cargo de embaixador no Reino Unido: Richard Wood Johnson IV, proprietário da equipa de futebol americano New York Jets e que também financiou a campanha de Trump, no ano passado.

Foram igualmente confirmados os novos embaixadores dos Estados Unidos em Itália, Argélia, Etiópia, Canadá, Guatemala, Peru, Costa Rica e Serra Leoa.

Por nomear continuam os postos de embaixador em Espanha, Argentina, Honduras, Paraguai e República Dominicana.