Rui Rio venceu as eleições diretas em 12 das 23 estruturas do PSD, enquanto Santana Lopes foi o mais votado em 11, disseram à Lusa fontes sociais-democratas.

O antigo autarca venceu no Porto, com 58% por cento dos votos, Aveiro, com 62%, Braga, 53,5%, Madeira, perto de 54%, e Vila Real, com quase 66%.

Rui Rio venceu ainda em Bragança, com 58% dos votos, Faro (53,7%), Guarda (52%), Leiria (59%), Santarém (60%), Viana do Castelo (64%) e Viseu (64,5%).

Santana Lopes venceu em Lisboa, com 57% dos votos, Beja, com 50,7% dos votos, Castelo Branco (55,8%), Coimbra (50,5%), Évora (51%), Portalegre (65,7%), Setúbal (perto de 65%), Lisboa Área Oeste (53%), nos Açores (66%) e nos círculos da Europa (75%) e Fora da Europa (72%), neste último caso tratando-se de dados ainda provisórios.

Olhando para as seis maiores estruturas em termos de votantes, Rui Rio ganhou cinco e Santana apenas uma.

De acordo com os dados fornecidos à Lusa, a abstenção a nível nacional rondou os 40% do universo eleitoral.

No total, o ex-presidente da Câmara do Porto Rui Rio foi eleito presidente do PSD com 54,37% dos votos, com uma diferença de cerca de 10 pontos percentuais para Pedro Santana Lopes.

Rui Rio será o 18.º presidente do PSD, sucedendo a Pedro Passos Coelho, eleito em 2010.