ACTUALIZADO ÀS 13H40

Casa cheia em Espinho neste dia de encerramento do XVI Congresso Nacional do PS. Além de os lugares dos congressistas estarem todos preenchidos, situação que contrasta com as muitas (e em alguns momentos, grandes) clareiras visíveis este Sábado, também as bancadas do público estão repletas.

A grande afluência já se adivinhava ainda no exterior. Os parques de estacionamento cheios, os muitos autocarros presentes nas imediações e as filas de trânsito pouco comuns na localidade, eram sinal disso mesmo.

Quem esteve presente nos outros dias de congresso notou, além desta maior afluência, um cenário diferente. Durante a noite, o slogan «A Força da Mudança», que estava presente nos placards da sala, foi substituído pelo «Vencer 2009». A disposição das cadeiras também se alterou. Deixaram de existir mesas e os congressistas estão agora dispostos em semicírculo.

O palco, onde está a mesa do congresso e o púlpito, também se alterou, crescendo agora em forma triangular, por entre o espaço dos congressistas. A disposição permitirá uma maior proximidade a José Sócrates, secretário-geral, durante o discurso de encerramento.

Antes das votações das moções, quem esteve na sala assistiu a um filme sobre «A força da mudança». Medidas como o aumento do abono de família, a criação abono pré-natal, o complemento solidário para idosos ou a criação da licença parental foram elogiadas por «cidadãos» que delas terão beneficiado. Ainda antes de José Sócrates encerrar o congresso, será transmitido outro filme, desta vez sobre a história do PS.

Dione Warwick e Stevie Wonder «actuam» no Congresso do PS

Um segundo filme foi apresentado no Congresso, desta feita para retratar a história do Partido.

«That's What Friends Are For», tema cantado por Dionne Warwick, Stevie Wonder, Luther Vandross e Whitney Houston foi escolhido para ilustrar as imagens referentes aos antigos líderes: Mários Soares, Vítor Constâncio, Jorge Sampaio, António Guterres e Ferro Rodrigues.

O passado foi retratado a preto e branco, enquanto o vídeo referente a José Sócrates surgiu a cores e com o tema da série «Os Homens do Presidente», como já tinha ocorrido no último comício do PS.