«Vai ser mau para a formação do Governo e elaboração do próximo Orçamento do Estado, mas gera um compasso de espera excessivo em que os partidos ainda não estão prontos para discutir os seus projetos para as legislativas, em que o país está à espera que chova», observou.




«Isto é mais uma prova de que as legislativas deviam ser antecipadas», insistiu.