O líder parlamentar socialista afirmou esta sexta-feira que não será pelo PS que não haverá uma nova lei sobre a cobertura mediática das campanhas eleitorais, conciliando a liberdade editorial com a igualdade entre candidaturas.

"Estamos abertos para discutir. Não será pelo PS que não há uma nova lei. Primeiro porque o PS não tem maioria, a maioria é do PSD e do CDS, e, em segundo lugar, porque o PS está mesmo interessado em que haja uma nova lei que permita um debate democrático e um combate à abstenção", afirmou Eduardo Ferro Rodrigues.


Ferro Rodrigues, que falava aos jornalistas após uma reunião com representantes da plataforma dos media privados, disse que os socialistas não estão disponíveis para integrar grupos de trabalho com PSD e CDS, mas para discutir propostas no "terreno aberto" da comissão parlamentar competente.