O cabeça de lista ao Parlamento Europeu do PAN, Orlando Figueiredo, defende a criação da Carta e do Tribunal dos Direitos dos Animais e do Ambiente na União Europeia.

À margem de um encontro com o reitor e vice-reitor da Universidade da Madeira esta segunda-feira, no Funchal, José do Carmo e Sílvio Fernandes respetivamente, o candidato pelo Partido pelos Animais e pela Natureza (PAN) disse que a causa animal é central ao PAN.

«Nós temos uma proposta de criação do Estatuto Jurídico do Animal a nível europeu assim como uma proposta de criação de uma Carta dos Direitos dos Animais e do Ambiente e a constituição do Tribunal Europeu dos Direitos do Animais e do Ambiente», declarou o candidato Orlando Figueiredo.

«A nossa ideia é fazermos disto uma iniciativa pioneira da União Europeia», acrescentou.

Orlando Figueiredo defendeu ainda a criação do Rendimento Básico Incondicional a atribuir a todos os cidadãos europeus, uma «matéria que poderia ser debatida a nível académico, designadamente na Universidade da Madeira».

Orlando Figueiredo salientou, contudo, que a defesa destas matérias não desvaloriza a discussão das questões económicas que afetam alguns estados-membros da União Europeia.

Antes do encontro com o reitor e vice-reitor, o candidato do PAN tinha previsto ser recebido pelo presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafofo, mas o encontro foi cancelado.