Luísa Salgueiro vence as eleições para a Câmara Municipal de Matosinhos, segundo a projeção da Intercampus para a TVI.

A candidata do PS obtém entre 34,8 e 39,8 por cento dos votos, o que significa entre quatro ou cinco mandatos. Este intervalo significa sempre uma grande melhoria para o PS que, há quatro anos, obteve 25,26% dos votos.

O independente António Parada ontém entre 16,9 e 20,9 por cento dos votos, com dois ou três mandatos.

Já o independente Narciso Miranda consegue entre 14,5 e 18,5 por cento dos votos, também com dois ou três mandatos.

O candidato do PSD, Jorge Magalhães, fica-se pelos 8 a 11 por cento dos votos, elegendo um vereador.

A CDU, com José Pedro Rodrigues, obtém entre 4,9 e 7,9 por cento dos votos e pode eleger um vereador.

O Bloco de Esquerda não vai eleger nenhum vereador, com o candidato Ferreira dos Santos a obter entre 3,1 a 6,1 por cento dos votos.

Ficha técnica:

Previsão eleitoral realizada pela INTERCAMPUS para a TVI, com base em sondagens à boca-de-urna em 7 concelhos, para as eleições autárquicas de 1 de Outubro de 2017. O universo em estudo é o dos eleitores que votaram, em cada um dos concelhos. A amostra prevista é de 29100 entrevistas, variando entre 3600 e 5100 entrevistas para cada concelho. Assim, o erro de amostragem, para um intervalo de confiança de 95%, varia entre mais ou menos 1,6% e mais ou menos 1,3%; mais especificamente: Lisboa, Amostra prevista 5100, Margem de erro 1,3%; Porto, Amostra prevista 4800, Margem de erro 1,4%; Coimbra, Amostra prevista 3600, Margem de erro 1,6%; Oeiras, Amostra prevista 4000, Margem de erro 1,5%; Sintra, Amostra prevista 4050, Margem de erro 1,5%; Matosinhos, Amostra prevista 3600, Margem de erro 1,6%; Odivelas, Amostra prevista 3950, Margem de erro 1,5%.