O candidato socialista e atual presidente, Manuel Machado, venceu as eleições deste domingo e renovou o mandato à frente da Câmara Municipal de Coimbra com uma percentagem de 37% a 42% dos votos, segundo a projeção da TVI/Intercampus.

O candidato Jaime Ramos, do PSD/CDS, ficou em segundo lugar com uma percentagem de 27,6% a 31,6% dos votos.

Nas últimas eleições, o PS conseguiu 35,51% dos votos (22.631 votos), o que garantiu 5 mandatos. 

  2013 2017 (Projeção)
Manuel Machado (PS) 35,51% 37% a 42%
Jaime Ramos (PSD/PPD.CDS.PPM.MPT) 29,73% (sem CDS-PP) 27,6% a 31,6%
José Manuel Silva (Somos Coimbra) - 11,1% a 15,1%
Francisco Queirós (CDU) 11,11% 5,7% a 8,7%
Jorge Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra) 9,27% 5,2% a 8,2%
Vítor Marques (PAN) 1,45% -
Vítor Ramalho (PNR) - -

Com o resultado deste ano, o PS deverá manter o mesmo número de vereadores ou aumentar a conta em um, em relação ao mandato anterior. A lista de Jaime Ramos (PSD/CDS) deve conseguir menos um vereador e a CDU deve perder o único que tinha desde 2013. 

O movimento Somos Coimbra, encabeçado por José Manuel Silva, ex-bastonário da Ordem dos Médicos, deverá conseguir um a dois vereadores, enquanto a lista Cidadãos por Coimbra, de Jorge Gouveia Monteiro, que já foi vereador CDU, poderá, no máximo, atingir um.

Mandatos (11) 2013 2017 (Projeção)
PS 5 5 a 6
PSD/PPD.CDS.PPM.MPT 4 3 a 4
Somos Coimbra - 1 a 2

CDU

1 0 a 1
Cidadãos por Coimbra 1 0 a 1
PAN 0 -
PNR - -

O presidente da Câmara Manuel Machado é natural de Sever do Vouga, mas reside em Coimbra desde 1973, cidade onde se formou em Economia. Foi presidente da Câmara Municipal entre 1989 e 2001 e está novamente à frente da autarquia desde 2013. Nos anos antes da primeira eleição para presidente, Manuel Machado já tinha sido vereador nos mandatos de Mendes Silva (Recursos Humanos, da Administração Geral, das Finanças e do Património) e António Moreira (Habitação Social e da Educação).

Além de Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado é presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) desde 2013. Já tinha sido vice-presidente da ANMP entre 1995 e 2002.

Durante a campanha autárquica deste ano, o nome de Manuel Machado esteve associado a uma promessa vista pelos adversários como insólita: transformar o aeródromo Bissaya Barreto num aeroporto civil. O autarca também fez promessas de mais transportes de todas as freguesias para Coimbra (incluindo aos fins de semana) e internet gratuita em todas as freguesias do município.

 

Ficha técnica:

Previsão eleitoral realizada pela INTERCAMPUS para a TVI, com base em sondagens à boca-de-urna em 7 concelhos, para as eleições autárquicas de 1 de Outubro de 2017. O universo em estudo é o dos eleitores que votaram, em cada um dos concelhos. A amostra prevista é de 29100 entrevistas, variando entre 3600 e 5100 entrevistas para cada concelho. Assim, o erro de amostragem, para um intervalo de confiança de 95%, varia entre mais ou menos 1,6% e mais ou menos 1,3%; mais especificamente:Lisboa, Amostra prevista 5100, Margem de erro 1,3%; Porto, Amostra prevista 4800, Margem de erro 1,4%; Coimbra, Amostra prevista 3600, Margem de erro 1,6%; Oeiras, Amostra prevista 4000, Margem de erro 1,5%; Sintra, Amostra prevista 4050, Margem de erro 1,5%; Matosinhos, Amostra prevista 3600, Margem de erro 1,6%; Odivelas, Amostra prevista 3950, Margem de erro 1,5%.