O ministro da Educação e Ciência Nuno Crato inicia na segunda-feira uma visita de dois dias à Turquia durante a qual será assinado um acordo para desenvolver projetos conjuntos nas áreas das ciências naturais, engenharia e ciências sociais.

O comunicado do ministério da Educação e Ciência destaca como principal objetivo desta visita «o reforço das relações bilaterais entre os dois países, nas áreas de Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação».

O ministro, que irá acompanhado de uma delegação académica, vai visitar a Universidade de Bogaziçi e a Universidade de Koç, onde serão debatidas parcerias de investigação, nomeadamente na área da sismologia, bem como o Conselho de Investigação Científica e Tecnológica da Turquia ¿ TUBITAK.

Nuno Crato vai também encontrar-se com o ministro da Ciência, Indústria e Tecnologia turco, Fikri Isik, devendo assinar um acordo de cooperação científica e tecnológica entre Portugal e Turquia, após a reunião.

«A cooperação, que virá a incidir sobretudo nas áreas das Ciências Naturais, Engenharia e Ciências Sociais, será desenvolvida através de projetos conjuntos de investigação e desenvolvimento, incluindo o intercâmbio de cientistas, especialistas e investigadores. O acordo prevê ainda a organização de reuniões científicas, conferências e simpósios, a troca de resultados da investigação científica e tecnológica, e a utilização conjunta de instalações», adianta o comunicado oficial.

Está previsto também um encontro com o ministro turco da Educação Nacional, Nabi Avci, e uma visita à Universidade de Ancara, onde será anunciado que o Centro de Estudos Latino-Americanos da Universidade de Ancara (LAMER) será o primeiro centro de avaliação de conhecimentos de Português enquanto língua estrangeira na Turquia e nas regiões do Cáucaso do Sul e do Médio Oriente.