A Guarda Nacional Republicana já deteve 51 pessoas este ano pelo crime de incêndio florestal, anunciou esta terça-feira, no Parlamento, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

A GNR não só participou em múltiplas ações de sensibilização já em 2018, como até hoje procedeu já a 51 detenções por incêndio florestal”, disse Eduardo Cabrita.

O ministro está hoje a ser ouvido na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.