A proposta de Orçamento do Estado para 2014 foi hoje aprovada na generalidade pela maioria PSD/CDS-PP, com votos contra de toda a oposição e do deputado democrata-cristão eleito pela Madeira Rui Barreto.

Na votação estiveram presente 225 dos 230 deputados, 106 do PSD, 71 do PS, 24 do CDS-PP, 14 do PCP, 8 do BE e 2 do partido ecologista Os Verdes.

Votaram assim favoravelmente a proposta de Orçamento do Estado para 2014 130 deputados da maioria parlamentar.

No final da votação, o deputado do PSD Guilherme Silva anunciou que os quatro parlamentares sociais-democratas eleitos pelo círculo da Madeira irão apresentar uma declaração de voto (Guilherme Silva, Hugo Velosa, Correia de Jesus e Vânia Jesus).

O deputado do CDS-PP Ribeiro e Castro anunciou igualmente a apresentação de uma declaração de voto.

O deputado democrata-cristão Rui Barreto, o único parlamentar da maioria que votou ao lado da oposição, já tinha votado contra o Orçamento do Estado para 2013.

Ao contrário de outras ocasiões, nenhum dos deputados da maioria aplaudiu a aprovação do Orçamento do Estado para 2014.

A maioria CDS-PP e PSD aprovou ainda o Orçamento Retificativo de 2013.