«Agradeço a confiança depositada em mim pelos socialistas», disse António Costa, no seu discurso de vitória, garantindo que o PS sai mais unido da luta interna no partido.

O presidente da Comissão Organizadora do Congresso do PS ressalvou que faltavam ainda apurar os resultados de 72 estruturas, entre as quais Coimbra e Viseu.

Durante o seu discurso da vitória, António Costa afirmou que o PS não vai adotar práticas estalinistas e apagar pessoas da fotografia.

Questionado sobre a detenção de José Sócrates, o recém-eleito secretário-geral do PS disse que é um assunto que cabe apenas à justiça e que o PS assume toda a história do partido.

«PS assume toda a sua história dos bons e dos maus momentos», afirmou.