Este 10 de junho será o último de Cavaco Silva como Presidente da República. No primeiro 10 de Junho como chefe de Estado, em 2006, Cavaco Silva pediu aos portugueses para não se resignarem face às dificuldades, e nos oito anos seguintes a situação do país nunca saiu dos seus discursos do Dia de Portugal.

Discursos que foram, ao longo dos dois mandatos, marcados por alertas, apelos, diagnósticos e análises. Por vezes, num tom mais duro, como em 2010, outras vezes mais contidos, como no ano seguinte.

Em 2010, quando José Sócrates liderava o Governo como primeiro-ministro, em Faro, o chefe de Estado descreveu a situação do país como "insustentável". Um ano depois, apenas cinco dias depois das legislativas que ditaram a vitória do PSD, Cavaco Silva optou por uma intervenção mais contida.

O ano passado, as comemorações ficaram marcadas por uma indisposição que o obrigou a interromper o discurso nas cerimónias militares.

Recorde agora, através da infografia, os principais pontos dos discursos de Cavaco como Presidente da República.