Hugo Soares, vice-presidente da bancada parlamentar do PSD, considera que, a acrescentar à taxa de desemprego revelada pelo INE esta segunda-feira, outros indicadores deixam antever problemas para o país.

Há praticamente uma estagnação da diminuição do desemprego", salientou Hugo Soares, considerando ainda haver "30% do emprego criado que é não remunerado".

Em declarações à Agência LUSA, o deputado social-democrata acrescentou outros fatores aos valores agora conhecidos sobre a taxa de desemprego, que tem sido motivo de regozijo para o PS e para o Governo.

A confiança dos consumidores que desce em três meses consecutivos, o sentimento económico que piorou pelo segundo mês consecutivo e a produção industrial que está em queda vertiginosa leva-nos a afirmar que o modelo económico seguido pelo Governo das esquerdas é um modelo que falhou", enumerou.

"Inversão de políticas"

Para o deputado social-democrata, é imperioso que o Governo liderado por António Costa "rapidamente emende as políticas", considerando que "do ponto de vista económico o país está a estagnar quando vinha de um ciclo de crescimento".

Os sinais da economia são todos eles muito claros e custa-nos que o PS se recuse a ver, seja porque não está a compreender ou porque manifestamente não os quer compreender", lamentou.